12 outubro 2007

A 3ª fase da 1ª Guerra Mundial

Em 1917 ocorreram dois factos decisivos para o desfecho da guerra: a entrada dos Estados Unidos e a saída da Rússia. Os Estados Unidos entraram na guerra para se juntar à Inglaterra e à França, muito simplesmente porque tinham feito grandes investimentos nesses países e queriam assegurar o seu retorno. Já a Rússia saiu porque houve uma revolução socialista ocorrida no seu território.
Outras nações também se envolveram na guerra: a Turquia e a Bulgária juntaram-se à Tríplice Aliança, enquanto o Japão, Portugal (que teve um número de mortes muito elevado), a Roménia, a Grécia, o Brasil, o Canadá e a Argentina juntaram-se à Tríplice Entente.
Perante tal conjuntura a Alemanha jogou a sua última cartada, avançando sobre a França antes da chegada dos norte-americanos à Europa. Entretanto, os alemães foram novamente detidos na Segunda Batalha do Marne e forçados a recuar. A partir desse recuo, os países da Entente foram impondo sucessivas derrotas aos seus inimigos. A Alemanha ainda resistia quando foi sacudida por uma rebelião interna, que forçou o imperador Guilherme II a abdicar do seu mandato em 9 de Novembro de 1918. Assumindo o poder imediatamente, o novo governo alemão substituiu a Monarquia pela República. Dois dias depois rendeu-se, assinando um documento que declarava a guerra terminada.

Rodrigo S.